7 de out de 2008

Nacer de novo?


O que na verdade é nascer novamente?
O que na verdade é nascer?
Nascer é o nascimento, ou nascer é a morte?

A poucos dias atrás, mais precisamente, dia 28 de setembro, o domingo fatídico para os gremistas, estava eu, voltando de um acampamento (sim sou chefe escoteiro sênior, e daí?), com o meu carro (que serviu de carro de apoio, para levar materiais e etc), e resolvi pegar a famosa (para quem é da Grande Porto Alegre) Estrada do Cocão. E lá tomei um tiro no lateral esquerdo dianteiro (o do motorista, ou seja, eu!). Por sorte, a bala pegou quando estava em seu final de força, por isso, não atravessou o vidro só o estraçalhou, e o mesmo ficou preso no insulfilm.
Muitos após eu contar o fato disseram 'mazá, nasceu de novo, ein?' mas, não pelo fato de eu não ter percebido de imediato que fora um tiro, mas por não ter sofrido nada, acho que este 'nascer de novo' não se enquadra a mim, ao meu ver.
Na mesma semana, dias após o fato, um professor meu, de física do cursinho pré-vestibular, contou a turma a história do por que ele colocava toda vez que ele chegava em aula, um 'Oi ®' no canto do quadro. Simplesmente ele sofrera um acidente de automóvel, no qual seu braço quebrou em 13 partes, ele sofreu 2 paradas cardíacas (segundo ele, a 'luz no fim do túnel' não existe), ficou uns meses no hospital se recuperando, ficou com o braço inutilizável por não 1, nem 2, mas 3 anos, mudando placas, pinos, sofrendo de osteoporose, e muito mais. Para ele, sim, se enquadra, ao meu ver, o tal 'nascer de novo' afinal, ele morreu, duas vezes.
Mas, porque todos vêem o nascimento como o nascer? Quem disse que o verdadeiro nascimento não é a morte? Ninguém sabe. Algumas religiões, ou seitas, não sei ao certo, me corrijam se eu estiver precipitado, encaram a morte como o nascimento. Acho legal isso, desde que não se torne doentio, e quem esteja 'aqui' não queira se matar para 'nascer' é bacana, porque eles encaram a 'morte' com outros olhos, não como uma coisa ruim, mas como uma coisa boa.
Não sei ao certo o que é o que, só sei que sobrevivi, e isso que importa. E quanto ao carro? Graças ao seguro, está arrumado.